terça-feira, 5 de abril de 2011

Do ontem



foi do ontem

é o agora



a memória

ousa

cisma



tem medo

e uma infinita

saudade


TEXTO e Fotografia: Solange Mazzeto

2 comentários:

  1. Ah! O medo deste amor,
    a saudade infinita,
    doce dualidade...
    doce saudade...

    parabéns e um enorme beijo

    Rangel

    ResponderExcluir